Peter Deunov - International Foundation Omraam Villa di Vico Onlus

Go to content

Main menu

Peter Deunov

O.M. Aïvanhov

Peter Konstantinov Deunov nasceu a 11 de Julho de 1864, ao meio-dia, na aldeia Hadarcia (parte do Império Otomano, hoje Nikolaev, a 30 quilómetros da cidade búlgara de Varna). É o terceiro filho do sacerdote Konstantin Deunovski e Dobra Atanassova que, antes dele, teve um filho chamado Atanas e uma filha chamada Maria.

Em 1872, matriculou-se na escola primária na aldeia búlgara Haradcia, a qual encerrou durante a guerra de libertação Russo-Turca (1877-1887). Após a libertação da Bulgária, Deunov completou os seus estudos superiores na escola masculina quinquenal em Varna. Em 25 de Julho de 1886, terminou os seus estudos na escola metodista americana em Svishtov e depois leciona dois anos na escola Hotanza, perto de Russe.

No mês de agosto de 1888, partiu para os Estados Unidos e matriculou-se como estudante na Faculdade de Teologia Metodista "Drew", em Madison, estado de Nova Jersey e terminou os seus estudos em 1892. No Outono de 1892 matriculou-se na Faculdade de Teologia da Universidade de Boston; escreveu a sua dissertação com o tema "A migração das tribos germânicas e sua cristianização" e faz a sua formatura em Junho de 1893. Durante um ano, frequenta as aulas na Faculdade de Medicina da Universidade de Boston e em 1894 obteve um certificado que lhe dá o direito de exercer medicina.

Em 1895, Peter Deunov regressa à Bulgária e passou até fins de 1899 em solidão e trabalho intenso e profundo. Estabeleceu-se em Varna e renúncia os empregos de pregador metodista e teósofo que lhe são oferecidos. No Outono de 1896, escreveu o livro " Nauka i vazpitanie " ("Ciência e Educação"), no qual analisa a vida do homem no drama do mundo e fala sobre os conceitos básicos da nova cultura do próximo século.
A 7 de março de 1897 com a idade de 33 anos, recebeu o seu nome espiritual, Beinsa Douno, e decidiu fundar a Fraternidade Branca Universal.

De 1900 a 1942 organiza, durantes os meses de Agosto, os conselhos anuais da Fraternidade Branca Universal, em lugares diferentes. Em 1904 mudou-se para Sofia. Ele começa a pregar publicamente, na forma de palestras.
Em 4 de maio de 1936, um ativista do Partido Democrata atacou-o, batendo-o severamente, causando hemorragia e paralisia cerebral. Apesar da sua doença, a 14 de julho de 1936, foi, com seus seguidores, aos Sete Lagos de Rila e a 12 de agosto, restabelece completamente a saúde.
Deixa o seu corpo físico a 27 de Dezembro de 1944, um dia antes da milícia comunista chegar para prendê-lo.


Peter Deunov foi um médico, filósofo, músico e clarividente. Na década de 40, a sua Fraternidade contava só na Bulgária, com mais de 40.000 seguidores.
Era um mestre de grande carisma, reconhecido como tal por muitos dos seus contemporâneos. Ele é creditado a numerosos milagres e maravilhas. Criou centenas de composições musicais, cânticos e músicas sacra; Introduziu a Paneuritmia, ou seja, "o Supremo Ritmo Cósmico", uma dança sagrada e ensinou exercícios de ginástica, assim como muitos outros métodos, fórmulas e orações para o desenvolvimento espiritual do homem e das sociedades humanas.
Seus preceitos básicos foram: o Amor que traz a Vida, a Sabedoria que dá a Luz, a Verdade que dá a Liberdade.



Hanno detto di Peter Deunov:

De acordo com Pavel Birukov, biógrafo de Lev Tolstoi, antes de sua morte em 1910, o grande pensador e escritor russo abandona Iasna Polyana com o desejo de partir para a Bulgária para conhecer Peter Deunov.

O Papa João XXIII, quando ainda era Cardeal Giuseppe Roncalli, reconhece Deunov como embaixador do Vaticano, na Bulgária antes da Segunda Guerra Mundial, e disse dele: "Na era contemporânea o maior filósofo vivo na Terra é Peter Deunov"

Em conexão com a morte de Albert Einstein, a Rádio Nacional francesa começou a exibir um programa com algumas de suas intervenções; em uma delas, o grande cientista diz: "O mundo inteiro se curva diante de mim, mas eu me curvo diante do Mestre Peter Deunov da Bulgária"


De acordo com as memórias de Boyan Boev, um dos discípulos de Peter Deunov, num debate com ele no Mónaco, em 1910, Rudolf Steiner diz: "Ao mundo eslavo está destinada uma grande missão. E em particular, a Bulgária, vai contribuir muito para a elevação espiritual da humanidade. Em torno da Bulgária, há um movimento potente, no qual como chefe está um grande iluminado espiritual ".

Jiddu Krishnamurti, líder do Movimento Teosófico, rejeita a ideia de ser declarado Maitreya e Cristo, e diz diante o presente público no Congresso Mundial Teosófica na Holanda que o Mestre do Mundo está na Bulgária.

Onisaburo Deguchi, líder espiritual do movimento japonês Oomoto, diz: "Eu sou um sábio, o Mestre está na Bulgária."



"Tudo existe através do Amor. Quem conhece o Amor, fala da grandeza de Deus "

(Peter Deunov)

Bibliografia:

http:// www.beinsadouno.it

D. Lorimer, Profeta para o nosso tempo

Peter Deunov : Wikipedia

Para comprar livros em inglês – em inglês – sobre o ensinamento de Peter Deunov,:  www.everabooks.com e www.beinsa-douno.com



Back to content | Back to main menu