A História - International Foundation Omraam Villa di Vico Onlus

Go to content

Main menu

A História

a Fundação > A Villa di Vico

O edifício onde se localiza a sede da Fundação situa-se numa colina, a cerca de um quilómetro da cidade de San Vincenzo a Torri, no município de Scandicci, a cerca de 20 minutos sudeste de Florença. Com uma planta retângular, está construída à volta de um corpo central, que foi outrora provavelmente uma torre de vigia durante a Idade Média.  
A torre central precede a construção das partes remanescentes do edifício e tem um estilo arquitetónico do seculo XIV.  A vox populi atribui esta parte do edifício a Castruccio Castracani, um líder militar que inspirou Machiavelli na elaboração do seu principal trabalho estratégico e politico, em o Príncipe.

Segundo a lenda, Castruccio enterrou o seu tesouro perto da torre de Vico. A torre fez contudo parte de um sistema de alerta, que faz da Val di Pesa um importante ponto estratégico e militar.
É difícil voltar à documentação pré 1480, visto que os primeiros registos do Cadastro Republicano são de 1427 e desapareceram nas cheias de 1966. Muitos elementos arquitetónicos sugerem-nos que a estrutura que cerca a torre deve ter sido construída à viragem do séc. XIV para o séc. XV, para uso como de um pequeno mosteiro.

No final da segunda guerra mundial (durante o tempo em que a frente militar esteve localizada em Val di Pesa) o edifício, devido às suas proporções e à sua robustez, é usado como hospital militar pelas tropas germânicas, enquanto a torre é usada como posto de avistamento na direção de Cerbaia (área de operação das forças aliadas). Devido à sua funcionalidade dupla, a Villa foi fortemente bombardeada (nesta fase a torre sofreu o seu dano mais significativo, sendo "decapitada" vários metros).

La Villa Vico in una riproduzione del 1640 ca. (Archivio di Stato di Firenze, Carte Galli Tassi n° 394)

Após a guerra, a Villa esteve num estado meio abandonado, até aos fins da década de 60, quando uma restauração minuciosa foi capaz de restabelecer a estrutura antiga do edifício do século XIV.

Descrição do edifício.

Do ponto de vista exterior, o edifício tem uma forma robusta tipo cofragem. No canto nordeste existe uma grande varanda, com colunas de pedra, já descritas nos registos do século XVIII. Dentro dos aposentos, é de notar um salão central no piso térreo com uma grande lareira de pedra, com o emblema da família nobre dos Medici, localizada no lado norte da sala. Continuando pela direita assim que se entra na zona abobadada – a parte mais antiga do edifício, nomeadamente a torre – no lado esquerdo existe um arcaico sagrado de água, numa pedra de arenito, provavelmente do período em que o edifício foi usado como pequeno mosteiro (século XVI).
Noutra sala é possível reparar num grande portal de pedra, a entrada original da torre (localizada a norte, para a vila de San Michele a Torri, que originalmente era a sede do sistema de alarme da zona): o portal pertence à segunda parte do século XIII. Todos os quartos no piso térreo têm vigas de madeira. Em cima, no edifício principal, segue-se por uma sala com vigas de madeira e uma grande lareira de pedra. Por debaixo de toda a superfície do edifício existem
caves abobadadas, sendo a mais antiga a da onde a torre assenta.







Back to content | Back to main menu